Twitter Updates

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Primeiro Dia dos Namorados



Eva percebeu que Adão andava estranho. Não por sua postura de macaco que ela já se acostumara, e sim pelo seu jeito calado. Logo Adão, que adorava aparecer contando vantagem de tudo balbuciando e apontando coisas que ela não entendia porra nenhuma.

A semana toda ele mal sentava na pedra para comer, preferia acocorar-se para devorar com as mãos a comida mal temperada que Eva fazia.

Depois de 8 dias ela não sabia mais o que fazer, afinal, nunca tinha passado por uma situação assim. Ele era seu primeiro homem e, podem acreditar, foi a única vez na história que uma mulher disse isso sem faltar com a verdade.

Eva tentava de tudo. Vestiu suas roupas mais atraentes: Minissaia de bananeira, babydoll de flores e até seu fio-dental de samambaia. Fazia doces aos borbotões, goiabada, bananada, marmelada. E Adão nada!

Após 12 dias de um verdadeiro inferno no paraíso, Eva desistiu e desatou a chorar copiosamente. Adão não entendeu pois estava fora da época de choros e brigas que ocorria em toda a lua cheia.

Sem falar uma palavra, até porque Adão ainda estava estudando o Bê-a-Bá, ele tomou Eva em seus braços e a levou para um lugar dentro da cerrado que só ele conhecia.

Chegando lá, Eva viu a vulva (adoro cacofonia!) e uma linda cabana com um puxadinho toda produzida com bambu. Dentro, uma linda sala recheada com flores e uma caixa de cacau.

Mudando sua bipolaridade do choro sem graça para o riso chorado, Eva entendeu o motivo de tanta concentração de seu homem. Surgiu assim o dia dos namorados.

Ps: De noite, Eva, chateada por não ter dado nenhum presente, trouxe para Adão uma linda maça.

Um comentário:

Anônimo disse...

Que beleza, brincando com a teoria criacionista...

Quem vem do macaco é você!!!