Twitter Updates

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Mensagem de Natal



Meus caros leitores,

Mais uma vez o Natal se aproxima (Câmera Panasonic com zoom óptico de 5x é só na CameraShopping) e, em mais uma coincidência impressionante, o ano novo também.

É nessa época festiva (Fogos de artifícios com segurança é no Rei dos Fogos) que paramos para pensar em todas as boas ações (Quer investimento com rentabilidade real e credibilidade ? Clique aqui) que fizemos ou deixamos de fazer para os nossos semelhantes, sejam eles nossos amigos, parentes, vizinhos, mindinhos e pais de todos.

Com o Natal vem também a lembrança do nascimento (Produtos para seu recém-nascido a preço de custo é na casa do Bebê) do menino Jesus Salvador (Pacotes turísticos para a Bahia em até 5x sem juros - Clique aqui) e de todo o sofrimento (Enxaquecas, dor de estômago, bico de papagaio ? A solução está aqui) que ele passou por nós.

Por tudo isso, esse blog encerra seus trabalhos (Ainda desempregado? mande seu currículo para a Central dos Trabalhadores) no ano de 2008 com esse espírito natalino, desejando a todos os meus leitores, e também aos que não sabem ler mas gostam das figuras, um Natal e um Réveion (Quer aprender francês com quem já tem experiência de 57 anos, vem para a Aliança) com muito amor, paz e alegria (Prozac com desconto de 25%? Só na Rosário).

E que venha 2009 - porque se vier 2010 ou eu fiquei em coma por um ano ou minha memória está indo pra casa do Carvalho (Maurício Carvalho é pintor, escultor e arquiteto e doou todo seu cachê para essa mensagem).

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Chocolate


Bruno Aronso Tavares tinha uma cor de pele diferente, tanto que seu apelido desde criança era Chocolate. Sempre bem vestido e perfumado, tinha uma lábia impressionante que conquistava até a maior das lésbicas. Por várias vezes o vi escrevendo bilhetes para amigos nossos enviarem para suas pretendentes. Sua escrita era infalível, inegável, irrefutável, única. Seus poemas deixavam qualquer mulher sonhando de pé e sua prosa abria um sorriso tão grande que era díficil qualquer tragédia entristecê-las. Mas Chocolate tinha um sério problema. Ele não comia ninguém!

Tudo corria bem. Tudo parecia caminhar para o gol mas sempre, sempre, batia na trave. Não caberia nesse post todas as milhares de desculpas que Chocolate já ouviu. Vai de "tô com dor de cabeça" a religião, de "não quero perder um amigo" a menstruação, de "não tenho vagina" a convulsão. Seu papo era tão bom que as mulheres só queriam conversar com ele. Mesmo as que, por pena e compaixão, queriam levá-lo para a cama, na hora H, iniciavam novo diálogo sobre o tempo, política, física quântica e até futebol. Pobre coitado sem coito.

Mas a vida não deixou de brilhar para o Chocolate. Sua habilidade começou a ser reconhecida e sua fama atravessou inúmeras barreiras (só não atravessou o que ele realmente queria). O que todo o mundo não acreditava se personificou no Chocolate, um homem com bom papo que era um bom ouvinte. Isso nunca tinha acontecido na humanidade.

A fama trouxe muito dinheiro. Seus papos valiam ouro e vinham mulheres de todos os continentes conversar com Chocolate. Ele só sabia português mas elas não queriam nem saber, fingiam dialogar só pelo prazer de conhecer aquele homem. Com o tempo ele foi se acostumando com esse Karma e fez para a vida uma limonada, por vezes azeda, mas sempre uma limonada.

Hoje, com 69 anos, Chocolate ainda é uma unanimidade entre as mulheres (nunca entre a mulher) e de tempos em tempos ele abre um jornal ou uma revista e lê, com um sorriso maroto, que todas as mulheres, em algum momento da vida, preferem chocolate ao sexo.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Piada de loira

A loira viajava de avião quando, ao olhar pela janela, pergunta para seu namorado:
- Amor, se furar o pneu do avião, quem troca ele?
- Acho que os responsáveis pela manutenção.
- E porquê eles guardam o pneu extra na asa?
- Na asa?? mas não tem nenhum pneu na asa!!!
- Claro que tem seu burro. Tem até um aviso, olha lá.