Twitter Updates

domingo, 8 de março de 2009

Blog também é cultura!

Trecho do livro "A Cabana da menina que roubava pipa"

"Entrei no peshawar, na cabana, e encontrei Nana Samira, minha esposa, sentada com um kothoc, pau de dar em doido, no colo.

Samira perguntou onde eu estava até essa hora. Disse que estava na shalam, casa, de Amir Nazar. Na casa de Nazar é o nassum, caralho afegão - gritou ela - liguei para Amir agora a pouco e ele disse que você não aparece lá desde domingo. Isso para mim é porráh, mentira.

Porráh - falei exaltado - agora você vai estragar a surpresa que estava preparando. Procurava uma putáah, bicicleta, para nosso filho Karin jan.

Ah, claro, que tal eu falar com baba jan, papai, que você ficou até duas da manhã na rua procurando putáhh? Porque você não foi atrás da putáhh da sua mãe? Acha que eu vou engolir essa porráh? Disse Samira sacudindo o kothoc.

Desarmado e despreparado para aquela ka-bum, briga, disse com carinho

- Amorzinho, porque você está assim tão nervosa? Quer que eu lhe prepare um chá de Pari-Sham, mara-cujá?

Vai você tomar no Sham. Disse ela encerrando a discussão. "

Nenhum comentário: